sei que levas pouco visto que as putas levam mais caro.
levas-me a paciência.
tenho-a carregada ao máximo.
mas não me preocupo porque a noite só tem poucas horas de sono.

2 comentários:

Maga disse...

(Preciso de te dizer que só hoje vi que a tua industria é a da agricultura.. Mas afinal de quem não é? E a da agro-pecuária? (achei mesmo muita piada))

Procuramos sempre alguma coisa..Precisamos sempre de mais alguma coisa.. Aprendemos sempre qualquer coisa.. depois de convencidos já sabermos tudo..
Loucos.. na sociedade errada.. é bom.. As putas que te corroem os joelhos, lavam te a alma.. A paciência tb é dom.. Virtude despida de (pre)conceitos.. :)

rascunho disse...

sim, agro-pecuária. :P

essas putas que falo não me lavam a alma, encharcam-me é a alma. senão seriam uma recorrência na minha vida. apesar delas aparecerem sempre na minha vida. e saem dela sempre da mesma maneira. a correrem muito sem olharem para trás, depois delas pedirem para que nunca me afaste das suas vidas. são as putas da vida. depois de mim, hão-de foder outro alguém. até ao fim dos seus tempos.